Porque é que adoro o Empire?

Um drama familiar sobre o líder de um império musical e a luta dos seus três filhos pelo trono. À partida nada de muito entusiasmante... Ou pelo menos pensava eu. Não podia estar mais enganada! Sempre ouvi dizer que não devemos julgar um livro pela capa. O mesmo se aplica a esta situação: não julgar sem antes ver a série, nem que seja um epsisodiosinho! 


Depois de ver o primeiro episódio a minha opinião mudou radicalmente. Fiquei completamente arrebatada, completamente surpreendida no bom sentido! Tornei-me fã incondicional da série. Nem quero acreditar que o último episódio da temporada é já esta quinta-feira... O que vai ser de mim sem Empire?

Não sei se é o espírito irreverente da Cookie. Não sei se são as covinhas do Jamal ou a sua voz melodiosa (e super sexy!). Não sei se são as músicas ou o drama. Ou serão os amores e desamores? Se calhar é a intriga.. Ou será que é o valor da família? 







Vou ser sincera, não sei o que me cativa tanto! Nunca pensei ficar apaixonada por esta série mas a verdade é que estou!  E não sou a única. Ninguém pode negar que Empire é um autêntico fenómeno (é SÓ a série mais vista nos Estados Unidos, e não é para menos!). 






Só sei que cada episódio, cada intriga, cada música me envolve. Se gosto de hip hop? Not really! Mas as músicas e melodias de Emprire fascinam-me, cativam, ficam no ouvido! Será a voz sensual do Jamal? Quase de certeza! Aquela voz arrepia qualquer um...

E o guarda roupa... Ai o guarda roupa!! Casacos de peles, padrões animalescos, colares de ouro, unhas de fazer inveja a qualquer uma, maquilhagem carregada, acessórios e mais acessórios… Repleto de bling bling. Só sei que queria os vestidos todos da Cookie (queria e não é pouco!).

Deixo-os aqui com o meu maior porquê de adorar Empire: o Jamal a cantar! (é tão bom, mas tão bom, que até chateia!)




Quantos fãs desta série por aí? 
Beijoca enorme!